Carta de 120 Anos para Papai Noel é Descoberta na Inglaterra

“Quando você vier nos ver na véspera de Natal, por favor, nos traga alguns patinhos de brinquedo e galinhas de presente, também uma meia de lona como a que você nos trouxe no natal do ano passado.”

Uma carta de impressionantes 120 anos foi recentemente descoberta na Inglaterra.

Carta de 120 anos feita para o Papai Noel

A autora é identificada como Marjorie, uma pequena garota de cinco anos, de Eastbourne na Inglaterra, uma pequena cidade turística na costa sudeste do pais.

Na carta, Marjorie pediu vários presentes do Papai Noel. Itens em sua lista de desejos incluíam um pedaço de fita e uma bola para seu gato, gatinhos, patos e galinhas de brinquedo e uma meia de lona ( especie de meias estilo sapatilhas de bailarinas) Pedidos um pouco diferente aos feitos por crianças nos tempos atuais.

A carta está atualmente em exibição na loja Whirligig Toys na Sun Street, em Canterbury.

A carta foi encontrada dentro de um livro que foi doado a uma loja de caridade da Oxfam em Eastbourne em 1999. A assistente de loja da Whirligig Toys, Lily Birchall, diz que seu pai é quem fez a primeira descoberta da carta.

A carta completa de Marjorie, de acordo com a Whirligig Toys, diz o seguinte:

“Querido Pai do Natal

“Quando você vier nos ver na véspera de Natal, por favor, nos traga alguns patinhos de brinquedo e galinhas para um presente, e também uma meia de lona como a que você nos trouxe no ano passado. Você verá uma meia extra pendurada desta vez, é para os Filhotes de Gatinhos que ela gostaria de um pedaço de fita e uma bola para eles brincarem.

“Com amor e beijos de nós dois.

“Sua amada Marjorie.”

Na época, o Papai Noel era visto mais como uma figura disciplinar do que como um homem amigável no início do século XIX. Os pais escreviam cartas para os filhos a Papai Noel, onde passavam o tipo de comportamento das crianças durante o Ano que se passou.

Em meados do século 19, essa tradição mudou e, em 1879, o cartunista Thomas Nast criou a primeira imagem conhecida de alguém usando o sistema de correio dos EUA para escrever para o Papai Noel, publicado no  Harper’s Weekly .

Agora, é claro, os correios ao redor do mundo recebem centenas de milhares de cartas para o Papai Noel. Este exemplo de 120 anos de uma dessas cartas prova que a tradição para as crianças estava viva e bem, mesmo há mais de um século.

“É tão inocente e é o que o Natal realmente deveria ser, pequenos presentes e a verdadeira sensação de magia e crença”, disse Birchall.

Veja Também...
Testes online
Que resposta você teria? No Instagram